Pesquisa personalizada

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Eleições 2010 A Frente Parlamentar Evangélica


A Bancada Evangélica 






A bancada evangélica aumentou sua participação no Congresso Nacional em quase 50%. A bancada de bispos, pastores e integrantes das igrejas evangélicas saiu das eleições de domingo com mesmo número de parlamentares do PSDB. Só perde agora para as bancadas do PT e do PMDB, partidos com o maior número de representantes no Congresso.
Levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap)registra a reeleição de 32 dos 45 parlamentares da bancada e a eleição de mais 34 integrantes de igrejas evangélicas. Com Assembleia de Deus à frente na contabilidade, a bancada tem agora 63 deputados e 3 senadores.
A lista de novatos no Congresso inclui o ex-governador Anthony Garotinho (PR-RJ)  e a cantora gospel Lauriete Rodrigues (PSC-ES).
Outro novato na Câmara, o diácono da Assembleia de Deus Erivelton Santana (PSC-BA), disse que a prioridade no mandato será se opor aos projetos que "não se identificam com princípios bíblicos", como a descriminalização do aborto.
Santana afirmou que também foi eleito para defender interesses institucionais das igrejas evangélicas, como evitar a cobrança de impostos sobre contribuições e dízimos dos fiéis.
O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO), um dos reeleitos, já apostava no crescimento da bancada. Segundo ele, o aumento foi movido pelo combate a propostas de lei "consideradas nocivas à sociedade".
Prioridades. O blog da Frente Parlamentar Evangélica registra as prioridades para a legislatura que começa em fevereiro de 2011. A página enumera os temas que são objeto de luta para não aprovação pelos parlamentares evangélicos.
O texto cita como prioritários "projetos como legalização do aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo, mudança do conceito de família, Plano Nacional de Direitos Humanos e projetos homofóbicos que criminalizam pastores e demais que ousarem protestar contra o pecado da homossexualidade".
O Plano Nacional de Direitos Humanos, lançado pelo governo Lula no fim do ano passado, foi alvo de campanha da frente no mês de março. Na Carta de Brasília, divulgada pela bancada, os líderes evangélicos se insurgiram contra o apoio do plano, em sua versão original, à descriminalização do aborto e à união civil de pessoas do mesmo sexo.
O documento também investiu contra o homossexualismo ao defender que é "dever do Estado disponibilizar meios para indivíduos resgatarem sua condição original de gênero".
Os evangélicos também trabalharam neste ano contra o projeto que torna crime a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, que fica sujeita a pena de multa e reclusão, da mesma forma como a discriminação por raça, cor, etnia, religião, sexo e gênero.
O grupo fez campanha a favor do "Estatuto do Nascituro", projeto de lei que aumenta punições a condutas ligadas ao aborto e tenta garantir a vida de bebês concebidos em estupros, uma das hipóteses em que a legislação já permite o aborto.
A bancada evangélica é uma das maiores bancadas suprapartidárias com atuação no Congresso Nacional, ao lado da bancada ruralista. O PSC é o partido com o maior número de parlamentares no grupo, que reúne integrantes da base de apoio do governo do presidente Lula e também da oposição. 
A Frente Parlamentar Evangélica no Congresso Nacional não encolheu como foi amplamente repercutido em vários sites, blogs pela internet, muito ao contrário teve um crescimento espetacular.
O máximo de parlamentares da Frente Parlamentar Evangélica foi em 2002 quando chegou a ter 60 deputados federais e 3 senadores, agora o resultado das eleições 2010 apontam um record, enquanto a bancada evangélica na atual legislatura não ultrapassa 40 parlamentares, a vindoura terá 67 deputados federais e 3 senadores.
Analisando a lista anteriormente divulgada em alguns sites e blogs foi possível constatar erros como no estado do Paraná, na lista de candidatos evangélicos a deputado federal eleitos, a informação não incluía os candidatos a deputado federal eleitos: Fernando Francischini – Igreja Assembleia de Deus de Curitiba (6º) e Edmar Arruda – Igreja Presbiteriana Independente de Maringá (28º).
Outro dado relevante é o de que alguns deputados federais eleitos e reeleitos da Igreja Universal do Reino de Deus não são incluídos na lista de membros da Frente Parlamentar Evangélica por divergirem em alguns pontos, mas existem exceções.
A Igreja Assembleia de Deus também teve um bom crescimento na sua representatividade, na legislatura de 2003-2006 a Igreja Assembleia de Deus tinha 22 parlamentares, na atual 2007-2010 tem 5 parlamentares e na de 2011-2014 terá 20 parlamentares.
É importante salientar que o levantamento definitivo ocorrerá, a partir da posse dos parlamentares e a medida que o Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) receber e divulgar as informações sobre a religião dos parlamentares eleitos.
Até o presente momento foi possível apurar além da reeleição dos senadores Magno Malta-PR/ES membro da Igreja Batista, Marcelo Crivella–PRB/RJ membro da Igreja Universal do Reino de Deus e eleito Valter Pinheiro - PT/BA da Igreja Batista em Salvador se elegeram 67 deputados federais e 53 deputados estaduais evangélicos.
Abaixo a lista dos candidatos a deputado federal e a deputado estadual eleitos por estado com as denominações dos mesmos.

DEPUTADOS FEDERAIS
ACRE (1 assembleiana)
Henrique Afonso (PV) - Igreja Presbiteriana (6º, 20.306 votos);
Antonia Lúcia - PSC - Igreja Assembleia de Deus (8º, 15.849 votos);

ALAGOAS

AMAZONAS (2 assembleianos)
Silas Câmara - PSC - Igreja Assembleia de Deus (4º, 126.688 votos);
Sabino Castelo Branco – PTB - Igreja Assembleia de Deus (7º, 93.112 votos);

AMAPÁ (1 assembleiano)
Fatima Pelaes – PMDB - Igreja Assembleia de Deus (5º, 14.193 votos);

BAHIA (1 assembleiano)
Bispo Marcio Marinho - PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (7º, 157.917 votos);
Sergio Brito - PDT - Igreja Batista (26º, 71.889 votos);
Erivelton Santana – PSC - Igreja Assembleia de Deus (29º, 69.765 votos);

CEARÁ

DISTRITO FEDERAL (1 assembleiano)
Ronaldo Fonseca – PR - Igreja Assembleia de Deus (7º, 67.920 votos);

ESPÍRITO SANTO (1 assembleiana)
Audifax Barcelos – PSB - Igreja Batista (1º, 161.856 votos);
Sueli Vidigal – PDT - Igreja Batista (2º, 141.578 votos);
Lauriete - PSC - Igreja Assembleia de Deus (8º, 69.918 votos);
Manato – PDT - Igreja Cristã Maranata (10º, 60.700 votos);

GOIÁS (1 assembleiano)
*Dona Íris Araújo - PMDB - (1º, 185.934 votos);
João Campos – PSDB - Igreja Assembleia de Deus (7º, 135.968 votos);

MARANHÃO (2 assembleianos)
Cleber Verde - PRB - Igreja Assembleia de Deus (3º, 126.896 votos);
Zé Vieira – PR - Igreja Assembleia de Deus (15º, 76.629 votos);
Edivaldo Holanda Jr – PTB - Igreja Batista (7º, 104.015 votos);
Lourival Mendes – PT do B - Igreja Batista (18º, 30.036 votos);

MATO GROSSO

MATO GROSSO DO SUL

MINAS GERAIS
Gilmar Machado - PT - Igreja Batista (6º, 192.657 votos);
Leonardo Quintão - PMDB - Igreja Presbiteriana (14º, 141.737 votos);
Pastor Lincon Portela - PR - Igreja Batista Solidária (27º, 109.045 votos);
Mário de Oliveira – PSC - Igreja Evangelho Quadrangular (35º, 100.811 votos);
George Hilton - PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (40º, 92.282 votos);
Walter Tosta - PMN - Igreja Batista Getsemani (46º, 86.192 votos);
Dr. Grilo - PSL - Igreja Internacional da Graça (53º, 40.093 votos);

PARÁ (1 assembleiano)
Zequinha Marinho – PSC - Igreja Assembleia de Deus (7º, 147.429 votos);
Josué Bengstòn – PTB - Igreja Evangelho Quadrangular (14º, 112.212 votos);

PARAÍBA
Aguinaldo Ribeiro – PP - Igreja Batista (8º, 87.572 votos);

PARANÁ (2 assembleianos)
Fernando Francischini – PSDB - Igreja Assembleia de Deus (6º, 130.522 votos);
Hidekazu Takayama – PSC - Igreja Assembleia de Deus (14º, 109.895 votos);
André Zacharow – PMDB - Igreja Batista (20º, 101.579 votos);
Edmar Arruda – PSC - Igreja Presbiteriana Independente (28º, 61.309 votos);

PERNANBUCO (2 assembleianos)
*Eduardo da Fonte – PP - (2º, 330.520 votos);
Pastor Francisco Eurico – PSB - Igreja Assembleia de Deus (5º, 185.870 votos);
Anderson Ferreira – PR - Igreja Assembleia de Deus (24º, 48.435 votos);

RIO DE JANEIRO (2 assembleianos)
Antony Garotinho – PR - Igreja Presbiteriana (1º, 694.862 votos);
Victor Paulo – PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (4º, 157.580 votos);
Eduardo Cunha – PMDB - Igreja Sara Nossa Terra (5º, 150.616 votos);
Washington Reis – PMDB - Igreja Nova Vida (9º, 138.811 votos);
Arolde de Oliveira – DEM - Igreja Batista (13º, 99.457 votos);
Filipe Pereira – PSC - Igreja Assembleia de Deus (14º, 98.280 votos);
Benedita da Silva – PT - Igreja Presbiteriana (30º, 71.036);
Lilliam Sá – PR - Igreja Assembleia de Deus (43º, 29.248 votos);
Neilton Mulim - PR - Igreja Batista (41º, 41.480 votos);
Dr. Adilson Soares - PR - Igreja Internacional da Graça (38º, 51.011 votos);
Andreia Zito - PSDB - Igreja Cristã Maranata (22º, 82.832 votos);
Walney Rocha - PTB - Igreja Metodista (37º, 51.203 votos);
*Aureo - PRTB - (44º, 29.009 votos);

RIO GRANDE DO NORTE

RIO GRANDE DO SUL
Onyx Lorenzoni - DEM - Igreja Luterana (26º, 84.696 votos);

RONDÔNIA (2 assembleianos)
Nilton Capixaba – PTB - Igreja Assembleia de Deus (3º, 52.017 votos);
Lindomar Garçon - PV - Igreja Evangelho Quadrangular (6º, 34.990 votos);
Marcos Rogério – PDT - Igreja Assembleia de Deus (8º, 15.026 votos);

RORAIMA
Johnathan de Jesus - PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (3º, 16.550 votos);

SANTA CATARINA

SÃO PAULO (1 assembleiano)
Marco Feliciano – PSC - Igreja Avivamento da Fé (12º, 211.855 votos);
Vaz de Lima – PSDB - Igreja Presbiteriana Independente (20º, 170.777 votos);
Jorge Tadeu – DEM - Igreja Internacional da Graça (21º, 164.650 votos);
Antonio Bulhões - PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (22º, 162.667 votos);
Pastor Paulo Freire – PR - Igreja Assembleia de Deus (24º, 161.083 votos);
Missionário José Olimpio – PP - Igreja Mundial do Poder de Deus (25º, 160.813 votos);
Jefferson Campos – PSB - Igreja Evangelho Quadrangular (49º, 116.317 votos);
Edinho Araújo – PMDB - Igreja Presbiteriana Independente (56º, 100.195 votos);
Marcelo Aguiar – PSC - Igreja Renascer (57º, 98.842 votos);
Otoniel Lima – PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (59º, 95.971 votos);
Pastor Roberto de Lucena – PV - Igreja O Brasil para Cristo (66º, 70.611 votos);
Bruna Furlan - PSDB - Igreja Cristã do Brasil (3º, 270.661 votos);

SERGIPE
Pastor Heleno – PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (6º, 61.598 votos);

TOCANTIS
DEPUTADOS ESTADUAIS

ACRE
Pastor Helder da Silva Paiva - PR - Igreja Assembleia de Deus (6º, 4.862 votos);
*Pastor Denilson - PSC - (22º, 2.939 votos);

ALAGOAS
Jota Cavalcante - PDT - Igreja Assembleia de Deus (17º, 26.276 votos);

AMAPÁ
Moisés Souza - PSC - Igreja Batista em Macapá (11º, 6.297 votos);

AMAZONAS
Francisco Souza - PSC - Igreja Assembleia de Deus (13º, 24.090 votos);
Wanderley Dallas - PMDB - Igreja Assembleia de Deus (15º, 23.529 votos);

BAHIA
Pastor José de Arimatéia – PRB -
 Igreja Universal do Reino de Deus (23º, 56.896 votos);
Pastor Isidório – PSB - Igreja Assembleia de Deus (36º, 46.963 votos); 
Pastor Carlos Ubaldino - Igreja Assembleia de Deus (46.691 votos)
Angela Sousa (PSC) - Igreja Assembleia de Deus 43.537 votos);

CEARÁ

DISTRITO FEDERAL

ESPÍRITO SANTO
*Gildevan – PV - (11º, 23.820 votos);
*Élcio Álvars – DEM - (25º, 17.878 votos);

GOIÁS
Fábio Souza - PSDB - Igreja Fonte da Vida (5º, 37.132 votos);
Luiz Carlos do Carmo - PMDB - Igreja Assembleia de Deus (23º, 27.575 votos);
Daniel Messac - Igreja Assembleia de Deus (27º, 24.813 votos);

MARANHÃO

MATO GROSSO SUL

MATO GROSSO

MINAS GERAIS
*João Leite – PSDB - (18º, 84.316 votos);
Antonio Genaro – PSC - Igreja do Evangelho Quadrangular (20º, 81.159 votos);
*Antonio Carlos Arantes – PSC - (26º, 74.542 votos);
*Pastor Vanderlei Miranda – PMDB - (35º, 64.929 votos);
*Gilberto Abramo – PRB - (48º, 52.994 votos);
Pastor Carlos Henrique – PRB - Igreja Universal do Reino de Deus (75º, 35.983 votos);

PARÁ
Martinho Carmona - PMDB - Igreja do Evangelho Quadrangular (10º, 43.457 votos);
Pio X - PDT - Igreja Assembleia de Deus (30º, 26.269 votos);
Raimundo Santos - PR - Igreja Assembleia de Deus (35º, 23.250 votos);
*Pastor Divino – PRB - (40º, 22.118 votos);

PARAÍBA
*Edmilson Soares – PSB - (10º, 33.401 votos);

PARANÁ
Cantora Mara Lima – PSDB - Igreja Assembleia de Deus (16º, 56.516 votos);
*Toninho - PT - (20º, 53.457 votos);
Pastor Edson Praczick – PRB - Universal do Reino de Deus (25º, 50.074 votos);
*Gilson de Souza – PSC - (50º, 34.713 votos);

PERNANBUCO
Pastor Cleiton Collins – PSC - Igreja Assembleia de Deus (1º, 137.157 votos);
Presbítero Adalto – PSB - Igreja Assembleia de Deus (2º, 120.175 votos);

PIAUÍ

RIO DE JANEIRO
Pastor Samuel Malafaia – PR - Igreja Assembleia de Deus (3º, 134.515 votos);
Clarissa Garotinho – PR - Igreja Presbiteriana (5º, 118.863 votos);
Pastor Edino Fonseca – PR - Igreja Assembleia de Deus (13º, 77.061 votos);
*Sabino – PSC - (19º, 62.522 votos);
*Waguinho - PRTB - (50º, 34.820 votos);
*Edson Albertassi - PMDB - (12º, 83.254 votos);
*Fabio Silva - PR - (29º, 47.939 votos);

RIO GRANDE DO NORTE
Pastor Antonio Jácome – PMN - Igreja Assembleia de Deus (1º, 54.743 votos);
*Gilson Moura - PV - (7º, 49.494 votos);

RIO GRANDE DO SUL

RONDÔNIA
Saulo – PDT - Igreja Renascer (19º, 7.928 votos);

RORAIMA
*Macelo Natanael – PRB - (13º, 3.109 votos);
*Ângela Águida Portella – PSC - (14º, 3.059 votos);

SANTA CATARINA
Ismael dos Santos - DEM - Igreja Assembleia de Deus (7º, 55.644 votos);

SÃO PAULO
*Carlos Bezerra Jr – PSDB - (30º, 107.837 votos);
Pastor Dilmo dos Santos – PV - Igreja Assembleia de Deus (50º, 90.909 votos);
*Pastor Carlos Cezar – PSC - (83º, 67.189 votos);
Pastor Adilson Rossi – PSC - Igreja Assembleia de Deus (85º, 64.646 votos);
André Soares - Igreja Internacional da Graça (16º, 136.919 votos);
*Pastor José Bittencourt - PDT - (88º, 58.954 votos);

SERGIPE
*Pastor Antonio – PSC - (20º, 21.308 votos);



(* candidatos evangélicos que não foi possível identificar a denominação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário